IMG 0250

A Universidade de Cabo Verde quer unir forças com a Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) para trazer uma nova dinâmica a ECAA (Escola de Ciências Agrárias e Ambientais), ideia partilhada durante a visita da instituição a este estabelecimento de ensino.

O Reitor da UTFR Marcos Schiefer explicou que o encontro surgiu da ideia de criar um vínculo de cooperação maior entre Brasil e outros países que falam a Língua Portuguesa. Evidenciou ainda que além de criar parcerias com a Uni-CV, a UTFPR deseja ser um elo que atrai outras universidades para cooperações com a Universidade de Cabo Verde.

O pró-Reitor de Graduação e Educação Profissional da UTFPR reconheceu que existe pouco investimento e partilha de conhecimentos por parte do Brasil com os países africanos. Jean-Marc Stephane Lafay sublinhou que o encontro serviu para mapear as áreas comuns e as demandas, para que a UTFPR entre em ação e ajude a solucionar estas dificuldades em áreas como desporto, tecnologia, design e agronomia.

O Reitor da Uni-CV José Arlindo Barreto afirmou que há todo o interesse das duas instituições lançarem a parceria, e principalmente nas áreas de tecnologia que são o foco dessa universidade brasileira. Quanto ao ECAA o reitor salientou que os cursos serão repensados e que há um plano de lançar no próximo ano um doutoramento em gestão de agronomia rural.

Dominika Swolkien, pró-Reitora para Investigação e Formação Avançada, enumerou a iniciação científica dos estudantes nas áreas de tecnologia e a capacitação dos professores como áreas que podem ser tidas como prioritárias nessa parceria.

Em relação a estas áreas, o pró-Reitor de Graduação da UTFPR, explicou que a universidade brasileira conta com um sistema eletrónico de informação desde 2017, permitindo que muitas ações sejam feitas à distância e os diplomas podem ser acedidos digitalmente.

A informação foi tomada com entusiasmo por parte do pró-Reitor para as áreas de Tecnologia e Inovação e Dados que falou sobre alguns dos problemas enfrentados durante a mudança para o novo campus e que a partilha de conhecimentos nestas áreas seria oportuno. Arlindo da Veiga evidenciou que a parceria poderia ajudar na interação entre técnicos e na formação de docentes.

Por outro lado, a pró-Reitora para Política Estudantil e Extensão Universitária, Fátima Fernandes destacou que a Uni-CV planeia incluir todos os estudantes, deste modo afirmou que uma colaboração seria importante para formar professores de maneira que consiguam acompanhar os alunos que tem necessidades especiais.

Por outro lado, o diretor do Gabinete de Estudos, Planeamento e Cooperação, Bruniguel Andrade e o pró-Reitor para Comunicação e Eficiência, João Medina desejaram resultados prósperos para toda a comunidade académica. Ambos reconheceram que o campo de atuação é enorme, mas que existe compromisso e vontade para materializar os planos.

A UTFPR é a única universidade tecnológica do Brasil, que alberga mais de 35 mil estudantes e 2 mil docentes. Com os seus 113 anos, a UTFPR possui 100 cursos de graduação, 72 mestrados e doutoramentos.

Galeria de Fotografias