O auditório do Campus do Palmarejo esteve repleto no dia 21 de Novembro último, para assinalar o VI aniversário da Uni-CV, a abertura oficial do ano lectivo 2012/2013 e a instalação da Cátedra Amílcar Cabral. A Cerimónia, para além da Comunidade Universitária, contou com a presença do Ministro do Ensino Superior Ciência e Inovação e a presidência do Primeiro Ministro, José Maria Neves.

As boas vindas e o enquadramento do ato estiveram a cargo do presidente do conselho diretivo do DCSH, Professor Doutor Arlindo Mendes.

DSC03571 Copy_of_DSC03578

O presidente da comissão instaladora da Cátedra Amilcar Cabral, Professor Doutor Manuel Veiga, ao usar da palavra, fez uma retrospectiva de como o processo decorreu e salientou que Amílcar Cabral durante a sua jornada teve como objetivo promover o humanismo da cabo-verdianidade e a importância da abrangência cultural. No ato do empossamento, prometeu a dedicação e o profissionalismo para que a Cátedra Amílcar Cabral seja valorizada e divulgada como um difusor da cultura.

Por sua vez, o comandante Pedro Pires, presidente da Fundação Amílcar Cabral (FAC), declarou o reconhecimento da Fundação para difundir a obra de Amílcar Cabral como um portador de conhecimento. Enfatizou a importância da cooperação entre FAC e a Uni-CV, que significa um passo enorme para a materialização e a preservação da cultura e da memória de Amilcar Cabral.

DSC03603 DSC03612

O reitor da Uni-CV, Doutor Paulino Fortes, felicitou a universidade por mais um ano de vida, analisou os objetivos atingidos, declarou a abertura oficial do ano letivo e apontou os desafios para o novo ano e assegurou o cumprimento da missão com uma gestão criteriosa e o investimento em ensino e educação de qualidade.

O Ministro do Ensino Superior Ciência e Inovação, Doutor António Correia e Silva, parabenizou a Uni-CV por criar e impulsionar um ensino de qualidade. Apelou a Uni-CV no sentido de levar diferentes níveis de ensino a todas as ilhas do arquipélago e a criação de novos recursos com bases em parcerias que valorizem uma educação de qualidade.

Para encerrar a primeira parte, o Primeiro-Ministro José Maria Neves, congratulou a Uni-CV pelo trabalho e percurso construídos durante esses anos e o seu contributo no crescimento intelectual em Cabo Verde. Estimulou a continuação de criação de novos cursos profissionalizantes e de graduação. Acredita que vale a pena investigar e estudar as obras de Amílcar Cabral, pois com base nisso poderemos encontrar soluções várias para Cabo Verde.

A segunda parte da cerimónia contou com a aula magna proferida pelo professor Julião Sousa Soares, investigador da Universidade de Coimbra, sobre a Vida e Morte de Amilcar, baseada na obra “ Amílcar Cabral: Vida e morte de um revolucionário africano”.

DSC03630 DSC03669

Paralelamente, outras atividades foram levadas a cabo, nomeadamente uma exposição de fotografias e mostra de livros de/sobre Amílcar Cabral.

Pin It