montagem alold

montagem encontro ass crioulos espanhol portugues

A Universidade de Cabo Verde realizou a sessão de abertura do Encontro Anual da Associação de Crioulos de Base Lexical Portuguesa e Espanhola (ACBLPE) no auditório do Campus do Palmarejo, esta quinta-feira, dia 23 de junho.

A mesa foi constituída pela Reitora da Uni-CV, a Professora Doutora Judite Medina do Nascimento, o presidente da ACBLPE, o Professor Doutor Clancy Clements, e a diretora da Cátedra Eugénio Tavares para a Língua Portuguesa e coordenadora do evento na Uni-CV, a Professora Doutora Amália Melo Lopes.

A coordenadora do evento deu as boas-vindas e apresentou o programa do encontro, realizado em parceria com a Cátedra Eugénio Tavares para a Língua Portuguesa, e que vai contar com uma visita à turma de ensino bilingue em Ponta d’Água e outras atividades de convívio.

O presidente da ACBLPE, docente da Universidade de Indiana, felicitou a presença dos estudantes, referindo a importância do evento na contribuição de muitos conhecimentos para a sua formação. Aproveitou o momento para fazer uma pequena homenagem ao Professor Doutor John Holm da Universidade de Coimbra, falecido no ano passado, com cerca de 30 anos de pesquisa sobre a linguística crioula.

A Reitora reiterou a importância do evento, valorizando a língua crioula como instrumento de comunicação, através do qual se desenvolve e perpetua a cultura, os hábitos e costumes, que são transmitidos e partilhados entre gerações.

“Compreender e dominar a nossa língua materna torna-se incontornável num país como Cabo Verde, totalmente virado para o mundo, literalmente em contacto direto com todos os povos dos diferentes continentes, através da vasta e dispersa diáspora, mas também, com a expansão do ensino superior e a inerente intensificação da mobilidade de docentes e estudantes, de que este evento é testemunha”, afirmou.

“Na Universidade de Cabo Verde, queremos estimular o desenvolvimento do estudo e uso das línguas, em particular da nossa língua materna e para tal estamos a instalar os institutos de línguas, cultura e literatura que, espero, venham a apoiar a consolidação dos debates à volta da oficialização do crioulo de Cabo Verde e reforçar a nossa internacionalização”, acrescentou.

O encontro, que se iniciou com uma conferência plenário proferida pela Professora Doutora Amália Melo Lopes, vai decorrer de 23 a 25 de junho. Serão apresentadas mais de 30 comunicações por investigadores de diversas universidades internacionais.

O evento é realizado com o patrocínio do Camões Instituto da Cooperação e da Língua e no âmbito do décimo aniversário da Uni-CV.