A Cátedra Amílcar Cabral, o Laboratório de Pesquisa em Ciências Sociais, o Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra (CES-UC) e o Projeto CROME organizaram uma discussão em torno dos processos memorialização e esquecimento dos passados coloniais e dos processos de resistência que se lhe opuseram, nos dias 23 e 24 de fevereiro, no espaço da Cátedra de Amílcar Cabral, no edifício da Escola Grande, no Plateau.

Durante os dias 23 e 24 de fevereiro, os investigadores nacionais e internacionais analisaram os usos do passado, experiência da violência e as políticas da memória nos tempos e lugares em que se instituem.

No primeiro painel que aconteceu na quinta-feira, dia 23 de fevereiro, Miguel Cardina apresentou uma comunicação intitulada “Memórias Cruzadas, Políticas do Silêncio. As guerras coloniais e de libertação em tempos pós-coloniais: uma apresentação” e Bruno Sena Martins apresentou “A violência colonial no pensamento eurocêntrico:  memórias, corpos, silenciamentos”, ambos do CES-UC, sob a moderação de João Lopes Filho, docente da Uni-CV.

A sessão de cinema contou com a exibição do filme “A Hospitalidade ao Fantasma: Memórias dos Deficientes das Forças Armadas” e a mesa redonda com comentários de Odair Varela e Irene Cruz, ambos docentes da Uni-CV, sob a moderação do Bruno Sena Martins.

O segundo painel, que aconteceu na sexta-feira, dia 24 de fevereiro, contou com as presenças dos palestrantes nacionais e internacionais: Inês Rodrigues do CES-UC, apresentou “A fantasmagoria como metodologia pós-colonial da memória: o caso do «Massacre de 1953» em São Tomé e Príncipe", Crisanto Barros da Uni-CV apresentou “Refletindo sobre o estatuto simbólico de Tarrafal no contexto da violência do Estado colonial português em Cabo Verde” e Nélida Brito, também docente da Uni-CV apresentou “Cabo Verde – Tarrafal - Campo de Concentração e de Trabalho de Txon Bom: Dois Ciclos de Repressão (1936-54/1962-74)”, sob a moderação de Miguel Cardina.

O encontro foi uma oportunidade para apresentar e discutir a história da memória nos diferentes contextos nacionais e caminhos de investigação que têm vindo a ser desenvolvidos nos vários espaços académicos.

O Colóquio Internacional teve a presença de investigadores nacionais e internacionais, docentes da Uni-CV assim como estudantes e outros convidados.

Clica na imagem para ver mais fotografias.

Colóquio Internacional "Guerra, Memória e Colonialismo: Histórias e Legados em Cabo Verde"

CROME A3Caboverde 022017 digital web

 

CROME A3Caboverde 022017 digital

Pin It