O Pedro Pires Institute for Cape Verdean Studies da Bridgewater State University, (EUA), está a organizar uma Conferência Anual sobre Estudos Cabo-verdianos e da Diáspora, a decorrer em 2018 (21 a 22 de Abril), na Universidade de Bridgewater. Está de momento aberta a chamada à participação (Call for Papers) de todos os investigadores, especialistas e académicos, que desejem apresentar, nesse evento, os seus trabalhos e resultados.

A Conferência Anual sobre Estudos de Cabo-Verde e da Diáspora, na Bridgewater State University, propõe-se analisar alguns desses desafios e sucessos como forma de realçar soluções destinadas a garantir um futuro baseado em comunidades prósperas e autorrealização individual.

Os investigadores especializados em qualquer um dos tópicos são convidados a enviar uma proposta na qual conste um título, um resumo de uma página (300 palavras). O Comité Internacional de estudiosos para a admissão à Conferência, também terá em consideração propostas que não estejam diretamente relacionadas com os tópicos abaixo listados: ​

  • Comunidades Nacionais e Transnacionais;
  • Cultura, Integração e Resistência Social;
  • Direito, Justiça Social e Igualdade;
  • Tecnologia, Inovação e Empreendedorismo no século 21;

As propostas devem ser enviadas até 31 de janeiro de 2017. O resumo deve ser submetido através do site da Conferência Anual sobre os Estudos Cabo-verdianos e da Diáspora.

Caso necessite de informações além da que é oferecida no site, não hesite em contactar diretamente os e-mails This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it. ou This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it..

Tendo em conta a inserção em diferentes partes do mundo, apresentadores e trabalhos serão selecionados a partir de diversos locais geográficos e origens linguísticas; enquanto o idioma principal será o Inglês, a Conferência também vai homenagear o Cabo-verdiano, o Português, o Francês e o Espanhol, de modo a refletir a multidimensionalidade das experiências do povo Cabo-Verdiano.

Pin It