IMG_5734.JPG

Cândida Gonçalves, investigadora e professora aposentada, ressaltou a importância das línguas estrangeiras na formação superior em Cabo Verde durante a conferência intitulada “O Ensino das Línguas Estrangeiras para a Formação Superior em Cabo Verde: o Caso da Língua Inglesa”, realizada na terça-feira, 29 de outubro, no auditório da Escola de Negócios e Governação da Uni-CV, Campus do Palmarejo.

Gonçalves sublinhou a importância da língua inglesa não só para Cabo Verde, mas também ao nível internacional, no sentido em que o conhecimento das línguas estrangeiras tornou-se uma ferramenta fundamental para as relações internacionais a todos os níveis - diplomático, político, trocas comerciais e nas relações humanas.

“O conhecimento das línguas estrangeiras facilita o entendimento entre os povos porque se conseguirmos expressar na língua do outro e o outro conseguir entender-nos, poderemos atingir o seu coração. A língua é um facilitador da comunicação e uma ferramenta para o entendimento de diferenças culturais e o estabelecimento de tolerância entre os povos”. 

A conferencista contextualizou o tema no mundo atual globalizado, apresentou a sua visão histórica do desenvolvimento do ensino superior em Cabo Verde e como as línguas estrangeiras também evoluíram passo a passo com o ensino superior.

A investigadora sublinhou que o Centro de Estudos Ingleses foi fundado no Instituto Superior da Educação em 1998 e vem formando professores de inglês que têm evoluído profissionalmente com formação avançada fora do país e que têm dado a sua contribuição não só no ensino, mas também em outras áreas e que hoje constituem uma grande parte do corpo docente da Universidade de Cabo Verde. “Hoje já estão a contribuir para o desenvolvimento de ensino superior em Cabo Verde”, afirmou.

O Ensino das Línguas Estrangeiras para a Formação Superior em Cabo Verde: o Caso da Língua Inglesa

Pin It