IMG_4838.JPG

A Universidade de Cabo Verde renovou o convénio de cooperação com a Universidade de La Laguna (ULL) no dia 5 de outubro, no auditório da reitoria, com o objetivo de fortalecer ainda mais as relações entre as duas universidades.

O protocolo foi assinado pela Reitora da Uni-CV, Professora Judite Medina do Nascimento e pela Reitora da Universidade de La Laguna, Rosa Aguilar.

A Reitora da Uni-CV que falava antes da assinatura do memorando de entendimento com a ULL, lembrou a excelente relação entre as duas instituições que iniciou ainda na fundação da Universidade de Cabo Verde. Acrescenta: “temos uma expetativa muito grande de reforçar a cooperação e diversificar mais, visando uma multiplicação das áreas e de pessoas em mobilidade entre as duas instituições”.

O protocolo de intenções cobre diferentes aspetos. Um deles é a cooperação bibliográfica e dentro da qual a doação da Universidade de La Laguna é destinada a fundos bibliográficos relevantes em qualquer das principais línguas europeias a fim de enriquecer o património bibliográfico da Universidade de Cabo Verde. Também está contemplada a troca de títulos publicados pelas duas instituições e a possível criação de um centro de documentação nas bibliotecas centrais das duas universidades com o nome de Biblioteca da Macaronésia.

Para a Reitora da Universidade de La Laguna este protocolo é um reflexo das “sérias intenções de colaboração entre as duas universidades” que não estão de acordo com a realização de seminários de pesquisa, “mas querem ir além e estabelecer alianças estratégicas que se estendem a médio e longo prazo”.

No campo da pesquisa espera-se que um centro ou instituto de doenças infetocontagiosas e saúde global seja criado na Universidade de Cabo Verde a fim de promover pesquisas em rede sobre as ameaças à saúde mais recorrentes. La Laguna apoiará este centro fornecendo treinamento, participação em projetos conjuntos, conexão com redes internacionais de pesquisa e financiamento de equipamentos através de várias fontes. Também está sendo considerada a implementação de um programa de doutoramento interuniversitário, bem como a criação de um mestrado conjunto em ciência do desenvolvimento ou similar.

“Este protocolo cobre os três principais pilares da atuação da Universidade de Cabo Verde; temos um protocolo que irá desenvolver ações no domínio da investigação, do ensino e da extensão universitária. Na investigação o nosso foco vai ser a implementação do centro de investigação no domínio da saúde, mas com uma componente pluridisciplinar muito forte”, sublinhou a Reitora da Uni-CV.

No capítulo de treinamento, o protocolo de intenções inclui a possibilidade de criar uma escola de verão itinerante da Macaronésia que facilita o conhecimento mútuo entre os alunos dos dois arquipélagos. O protocolo, também inclui outras ações como o estudo de viabilidade de uma possível colaboração da ULL com a universidade virtual africana, bem como várias ações de cooperação em acreditação linguística que facilitam a mobilidade entre os estudantes dos dois centros universitários da Macaronésia.

Aguilar destacou a maravilhosa receção da sua homóloga cabo-verdiana e também observou que La Laguna esteve presente na criação da jovem universidade africana com apenas treze anos de existência, fazendo parte da comissão de constituição e na celebração de seus primeiros dez anos.

Pin It