PhotoGrid_1542883569515.jpg

O Centro de Investigação e Formação em Género e Família (CIGEF) da Universidade de Cabo Verde (Uni-CV), no âmbito do seu 10º aniversário, realizou um Colóquio, no passado dia 19 de Novembro, no Pólo do Mindelo.

O Colóquio Internacional em Género, Migrações, Democracia e Desenvolvimento Sustentável Local foi dividido em dois painéis e contou com a participação de representantes de instituições parceiras como o Instituto Cabo-verdiano para a Igualdade e Equidade de Género (ICIEG), Organização das Mulheres de Cabo Verde (OMCV), MORABI Associação Cabo-verdiana de Autopromoção da Mulher, a Comunicação Social, bem como docentes e discentes da Uni-CV.

O colóquio realçou que em Cabo Verde há uma evolução do quadro jurídico e cultural no que tange às questões ligadas ao género (especialmente Violência Baseada no Género) e que através de políticas, programas e ações estratégicas das diversas instituições supracitadas, as mulheres vêm ganhando mais espaço nas esferas política, pública, bem como em órgãos de soberania.

Questões sobre o papel da comunicação social, nomeadamente através de imagens, sons e textos, também foram amplamente discutidas durante o evento, tema este que diversificou opiniões e mostrou a importância de se analisar mais detalhadamente os discursos e os estereótipos de género.

No Seminário em Género: Conceitos e Questões, a Professora Doutora Clementina Furtado (Diretora do CIGEF), a Professora Doutora Celeste Fortes, Vice-Presidente da Faculdade de Ciências Sociais, Humanas e Artes (membro do CIGEF) e a Professora Doutora Carmelita Silva (membro do CIGEF) destacaram que é um imperativo transversalizar o género nos planos curriculares dos diversos cursos da Universidade. Ressaltaram, ainda, que o CIGEF vai oferecer cursos livres sobre a temática, bem como um seminário para os estudantes interessados, com carga horária de 30 horas.

No discurso alusivo aos 10 anos do CIGEF, a Profª. Clementina Furtado apresentou projetos de formação, capacitação e investigação realizados e a realizar pelo CIGEF. O Centro vem trazendo vários benefícios para a Uni-CV e a comunidade em geral através de bibliografia, seminários, publicações, parcerias e bolsas nacionais e internacionais, mobilidade de docentes e discentes e atividades ao nível da intervenção comunitária. Contudo, vale apontar que o CIGEF enfrenta desafios em termos financeiros e de novas linhas de investigação, desafios estes que poderão ser enfrentados e colmatados com o trabalho em equipa e parcerias.

O evento foi encerrado com a exibição do filme “Hoje” da Professora Artemisa Ferreira e do documentário “Boca de Canhão” de Ângelo Lopes.

 

Pin It