Conferencia-Eng-CV.jpg 

A Delegação da Escola de Negócios e Governação (ENG) da Universidade de Cabo Verde (Uni-CV), Polo do Mindelo, realizou, entre os dias 31 de Outubro e 5 de Novembro de 2018, um conjunto de atividades em alusão ao Dia Mundial da Poupança.

Celebrado anualmente no dia 31 de Outubro, o Dia Mundial da Poupança foi criado com o objetivo de alertar os consumidores sobre os perigos do consumismo e de não se guardar para os tempos de necessidade. Assim, a ENG-SV organizou um conjunto de atividades destinadas a diversos públicos para tratar de temas variados como técnicas de poupança, educação financeira, consumismo e a construção de um futuro melhor.

Com vista a desenvolver um projeto que visa a promoção da Literacia Económica e Financeira, a primeira atividade foi realizada com uma turma da 4ª classe da Escola Valentina Lopes da Silva. A actividade iniciou com uma pequena peça de teatro baseada na clássica história da Cigarra e da Formiga, partindo-se para uma conversa com as crianças sobre a importância de poupar o pouco que têm para as necessidades futuras. No final da atividades, as crianças desenvolveram um pequeno registo, em forma de desenho, com o objetivo de poupança para o futuro.

Na mesma linha, foi realizada outra atividade com jovens do 12º ano da área Económico-Social da Escola Secundária José Augusto Pinto, com recurso a um conjunto de vídeos e questões que foram discutidas com os alunos, objetivando-se a diferença entre “necessitar” e “querer”, bem como os perigos de nos deixarmos influenciar pela televisão (publicidade, celebridades).

No dia 2 de Novembro, as atividades foram dirigidas à comunidade académica da UniCV. Numa conversa aberta, debateram-se questões em torno da importância da poupança, do perigo do consumismo e do papel dos jovens nas famílias como agentes ativos para o planeamento e decisões de consumo. Com vista a abordar a importância da Educação Financeira, o Dr. Albertino Gonçalves, colaborador do BCA, dinamizou um debate com os estudantes sobre o ciclo do ganhar-gastar-poupar-investir e o papel da Banca neste ciclo.

As comemorações encerraram com uma visita da ENG-SV à Escola Secundária Jorge Barbosa, onde foi levada a cabo uma conversa aberta com os alunos do 8º ano.

De acordo com a Vice-Presidente da ENG em São Vicente, este tipo de atividade assenta num projeto piloto que se pretende desenvolver e que visa a promoção da literacia económica e financeira junto de diferentes públicos. Está comprovado científicamente que este tipo de matérias pode e deve ser trabalhado mesmo em tenras idades, ajudando assim a desenvolver cidadãos mais informados que podem tomar decisões mais acertadas e, assim, melhorar a afetação de recursos, contribuindo-se para o aumento da eficiência, da produtividade e do nível de vida. Agentes mais informados serão também, com certeza, cidadãos mais ativos. Trabalhar com os jovens e crianças contribuirá, no futuro, para o aumento da literacia económica da população em geral, um aspeto considerado crítico para fortalecer a competitividade futura da economia.

 

Pin It