Pelo segundo ano, a Faculdade de Ciências e Tecnologia da Uni-CV, através do grupo disciplinar de Informática e Tecnologias Multimédia, associa-se ao “Girls in ICT Day”, internacional, com uma conferência intitulada “O papel das instituições no empoderamento das mulheres nas TIC’S”, no dia 26 de abril, no auditório do Campus de Palmarejo.

A celebração contou com a presença do Secretário de Estado para a Inovação e Formação Profissional, Pedro Lopes, da Vice-Reitora para a Extensão Universitária, Professora Astrigilda Silveira, da representante da CV Digital, Vivi Nascimento e do Presidente da Agência Nacional de Telecomunicações, David Gomes.

 “Há dados que mostram que precisamos reforçar o papel das mulheres nas TIC e isso sabemos, e por isso, estamos a tratar disso em termos de políticas públicas. Mas, é preciso também, o contributo de outros sectores, pois isto não se constrói sozinho”, diz o Secretário de Estado para a Inovação e Formação Profissional.

Pedro Lopes reforçou ainda que o Governo entrará com a criação das condições necessárias e deixou o repto aos jovens no sentido de desafiarem, inovarem e para se organizaram em comunidades de modo a ganharem espaço e reconhecimento.

A Vice-Reitora para a Extensão Universitária afirmou que a ideia é sensibilizar as mulheres a investirem em carreiras no domínio, bem-sucedido, das tecnologias para a informação e comunicação.

“As instituições de ensino superior através de parcerias com o governo, entidades públicas e privadas devem ter a capacidade para desenvolver projetos para fomentar o empreendedorismo com recurso às TIC nas áreas de maior importância para as mulheres”, defende.

Em Cabo Verde, segundo a representante da CV Digital, Vivi Nascimento, o número de mulheres que trabalham nas áreas TIC é muito baixo e dados do INE, referentes ao ano de 2016, indicavam que metade da população cabo-verdiana nesse período era mulher (49.9%) sendo que deste número 71.2% usavam telemóvel, 31% usavam computador e 49.8 internet.

De uma avaliação feita sobre o empoderamento das mulheres nas TIC constatou-se que em Cabo Verde existem mulheres talentosas que têm desenvolvido aplicações “interessantes”, garante o Presidente da ANAC.

Esta celebração foi promovida numa parceria entre a Universidade de Cabo Verde, a Agência Nacional de Telecomunicações e a CV Digital. Apesar das vantagens, das valências, das oportunidades e do uso crescente da tecnologia em todas as áreas da sociedade - o que torna ainda mais relevante a participação representativa da sociedade neste sector - muitas raparigas nem consideram a possibilidade de uma carreira em Tecnologias de Informação e Informática.

O “Girls in ICT Day” é uma iniciativa da União Internacional das Telecomunicações, com o objetivo de aumentar a consciencialização das jovens mulheres sobre as oportunidades de carreira na área das Tecnologias da Informação e das Comunicações (TIC).

Mais fotografias no flickr

Uni-CV celebra Dia Mundial das Jovens Mulheres nas TIC

Pin It