Imagem2.pngDepois da visita à Aldeia Infantil SOS na manhã de 14 de março, no período da tarde os Diretores do Instituto Confúcio na Uni-CV e a Secretária prosseguiram a sua visita ao Liceu Amílcar Cabral com o intuito de avaliar o desempenho do ensino do mandarim e traçar planos para a instalação da sala de Confúcio no referido liceu.

Os Diretores apresentaram não só a proposta de instalação da Sala de Confúcio, mas também expressaram interesse na criação do centro de língua e cultura chinesas na localidade por esta ser uma escola de referência ao nível do ensino do mandarim. Por seu lado, o diretor do Liceu Amílcar Cabral e o Delegado do Ministério da Educação em Santa Catarina expressaram interesse em acolher o projeto e garantiram a disponibilidade de espaço para a instalação da sala de Confúcio.

De seguida, os diretores do Instituto Confúcio prosseguiram a visita à Escola Técnica Grão-Duque Henri, onde foram recebidos pelo seu Diretor. Os Diretores do IC manifestaram o seu interesse na implementação do estudo do mandarim nessa escola, e o Diretor prontamente aceitou a proposta em ter o mandarim como disciplina extracurricular no currículo escolar do próximo ano letivo.

A comunidade de Santa Catarina tem aumentado o seu interesse em estar em contato com a cultura e língua chinesas e, consequentemente, o ensino do mandarim está a ocupar o seu espaço nesse conselho. 

Pin It