Furtado_UniCV.pngA Professora e Diretora do CIGEF, Clementina Furtado, esteve numa missão na Universidade de Luxemburgo, de 27/11 a 02/12, a convite da Professora Investigadora Sabine Ehrhart, tendo como  ponto de contacto o Doutorando Bernardino Tavares, do grupo de pesquisa de que Clementina Furtado fez parte entre 2015 e 2017. Trata-se do STAR Projet, coordenado pelo Professor Investigador Kasper Juffermans. Teve como propósito o reforço das relações entre as duas universidades e pesquisadores/as e a criação das bases para a renovação do acordo de parceria entre as duas.

O primeiro encontro realizado foi com a Pesquisadora Sabine Ehrhart, teve lugar no dia 27 e  discutiram-se os pontos comuns para pesquisas futuras, nomeadamente temas relacionados com as migrações nacionais, continentais e intercontinentais e questões no domínio das famílias mistas, do ponto de vista da cultura e das línguas. No período da tarde, o encontro deu-se nos Serviços de Relações Internacionais  da Reitoria daquela Universidade, com a Madame Stéphanie Schott, a fim de se discutirem os procedimentos administrativos necessários a uma futura colaboração. Vários pontos foram mencionados, nomeadamente o acesso ao acervo bibliotecário, futuras mobilidades para  pesquisadores/as estudantes e pessoal administrativo, a realização de pesquisas e a criação de uma nova convenção englobando essas atividades.

De destacar os contactos retomados para a criação de uma rede de pesquisadores/as para o desenvolvimento da pesquisa liderada pelo Professor António da Graça (P.hD), intitulada “Segunda geração de cabo-verdianos na Europa e o reforço de seus laços com Cabo Verdeˮ em cinco países europeus, incluindo o Luxemburgo.

No dia 29, dois encontros tiveram lugar, sendo o primeiro com a Mme Deborah Semedo, responsável pela Igualdade de Oportunidades na Câmara Municipal de Bettembourg, de origem cabo-verdiana, juntamente com a sua colega Lotti Stemper onde foram partilhadas informações sobre as atividades levadas a cabo pelas duas instituições ali representadas, sendo que foi possível partilhar as preocupações sobre as famílias cabo-verdianas (mormente  a sobrecargda do trabalho das mulheres) e a sua situação ao nível da integração social e a situação dos jovens de origem cabo-verdiana. No período da tarde, foi realizado um encontro com o Sr. Embaixador de Cabo Verde no Luxemburgho, Carlos Semedo, que reforçou o apoio, enquanto entidade que representa Cabo Vedre no país, para a concretização dos objetivos preconizados.

A missão englobou ainda a presença da Profª Furtado  no lançamento público de um projeto intitulado iTEO et Mulipec, sob a direção de Claudine Kirsch; um encontro com outros membros do grupo de pesquisa MLing e atores do plurilinguismo escolar em Luxemburgo e a presença no Curso de Mestrado ministrado por Mme Ehrhart, juntamente com o Projessor Prof. Dehayes de Longwy.

A investigadora da Uni-CV teve igualmente a oportunidade de escutar e partilhar opiniões sobre o objeto de pesquisa de alguns estudantes presentes, tendo também, apresentado uma comunicação intitulada  « les mariages mixtes au Cap-Vert : des préjugés aux nouvelles sociabilités ». Além de atividades formais, realizaram-se contactos informais com membros da comunidade cabo-verdiana no Luxemburgo. Prevê-se a vinda da Professora Ehrhart a Cabo Verde, de 15 a 20 de Janeiro de 2018, para reforço da parceria e desenvolvimento de projetos.

Pin It