rui_freitas.pnginvestigacao_rui_freitas.png

Malacólogos de renome, vários espanhóis e um português, e dois jovens investigadores da Faculdade de Engenharia e Ciências do Mar (FECM), atribuíram num trabalho em publicação o nome de espécie nova para a ciência a Rui Freitas, biólogo marinho, professor e investigador da Uni-CV da Faculdade em Mindelo, devido ao seu impulso ao estudo dos Cones em Cabo Verde e de outras frentes de investigação marinha. Assim, o biólogo cabo-verdiano vê o seu nome imaterializado nas ciências da vida.

A nova espécie de Cone gastrópode em descrição (Africonus freitasi sp. nov), endémica da ilha de São Vicente, foi submetida e está aceite para publicação numa revista local – Zoologia caboverdiana – da Sociedade Caboverdiana de Zoologia, da qual o professor Freitas é o actual Presidente.

É comum neste grupo de búzios, a cada descoberta de nova espécie, que a atribuição do nome seja o de uma individualidade cabo-verdiana, devido à sua grande diversidade radiativa neste arquipélago e grande probabilidade de descrição de novas espécies. Neste caso o novo freitasi, endémico da zona Este de São Vicente (Saragarça), foi distinguido molecularmente derivando de outra espécie da ilha.

 

Pin It