MACBIOBLUE gran canaria lancamento

O projeto MACBIOBLUE, da qual a Universidade de Cabo Verde é parceira, juntamente com os países da Macaronésia, foi lançado no dia 23 de fevereiro, em Gran Canária, nas ilhas Canárias.

Na mesa de apresentação estiveram o Ministro da Economia, da Indústria, do Comércio e do conhecimento do Governo das Ilhas Canárias, Dr. Pedro Ortega, participou, juntamente com o gerente do Instituto Tecnológico das Canárias (ITC), Dr. Gabriel Megías, na abertura a primeira reunião do consórcio do projecto MACBIOBLUE coordenado como Chefe de Fila, ITC.

O projeto é financiado pelo programa de Cooperação Territorial INTERREG MAC 2014-2020 e colabora com 23 entidades no total, onze entidades envolvidas (8 beneficiários e 3 Países Terceiros), mais 12 associados. ITC é o líder do projeto.

Neste ato, que faz parte do plano de medidas para reforçar o crescimento azul Archi-Piélago, o Departamento de Biotecnologia do Instituto Tecnológico Ilhas Canárias (ITC), está a coordenar o projecto, financiado através do MAC Programa Interreg 2014-2020, e em cujo consórcio é constituído por dez universidades e centros de I & D das Ilhas Canárias, Madeira, Açores, Cabo Verde, Mauritânia e do Senegal participam, bem como vários empresas e organismos públicos devem colaborar em acções demonstrativas.

Este projeto tem um orçamento total de 1,764,353 euros e é financiado em 85% pela cooperação entre as regiões europeias da Madeira, Açores e Canárias, e entre os países do programa Cabo Verde, Mauritânia e Senegal.

As entidades envolvidas neste projeto são, além do ITC, o Instituto Ilhas Canárias para Pesquisa do Câncer (FICIC), o Instituto Canário de Pesquisa Agropecuária (ICIA), Fundação Universidade de Las Palmas (ULPGC) e La Laguna (ULL), Universidade da Madeira, Fundação Gaspar Frutuoso, Universidade dos Açores (UAC), Universidade de Ciência, Tecnologia e Medicina (USTM) Nouakchott (Mauritânia), a Faculdade de Engenharia e Ciências do Mar da Universidade de Cabo Verde, laboratório de Eletroquímica e processos membranas (LAE) da Anta Diop Universidade Cheikh (Senegal).

Pin It